quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Volante tricolor pode pegar suspensão de dez jogos


A confusão entre Chicão e Esley, respectivos volantes de Santa Cruz e Fortaleza, pode render ainda mais prejuízo ao Tricolor. Além da desestabilização causada pelo incidente, com a expulsão de Chicão, Everton Sena, o técnico interino Sandro Barbosa e mais três atletas do time cearense, quando a Cobra Coral vencia por 1 a 0, o cabeça de área tricolor pode sofrer um gancho pesado. O atleta vai ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pode pegar até dez jogos de suspensão, por esfregar o próprio sangue no rosto de Esley, autor da violenta cotovelada.

Chicão deve ser enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), onde rege sobre "assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva". Já Esley pode pegar até seis jogos de suspensão, por praticar jogada violenta, com base no artigo 254 do CBJD.

O volante do Santa Cruz ainda não retomou a rotina de treinos, após a derrota contra o Fortaleza, último sábado, no Arruda. O atleta levou nove pontos na região próxima ao supercílio e está em recuperação clínica. Chicão vai cumprir suspensão automática diante do Luverdense. A vaga deve ser ocupada por Sandro Manoel.

FONTE DA MATÉRIA:  Blog Do Torcedor

Publicado por Daniel Leandro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário